14/12/2013

Peter Higgs diz que não conseguiria repetir seu feito no mundo acadêmico de hoje

14/12/2013 às 00:02:00

Peter Higgs, que propôs a existência do Bóson de Higgs, disse que não conseguiria o feito se estivesse entrando no mundo acadêmico científico hoje. Lembre-se de que esse cara ganhou um Prêmio Nobel de Física há poucos meses.

Higgs deu uma entrevista ao The Guardian enquanto estava indo pegar seu Prêmio Nobel e foi muito sincero sobre sua falta de produtividade mensurável nos anos após publicar sua maior teoria. Em sua época na Universidade de Edimburgo ele diz ter se tornado um “embaraço para o departamento” durante a época de avaliação, quando todos estava exibindo os artigos que tinham publicado durante um determinado  ano.

Higgs se aposentou em 1996 e tentou se afastar do mundo acadêmico, embora ele tenha tido que voltar quando o Colisor de Hádrons do CERN comçou a prometer resultados. Higgs disse ao Guardian: “Hoje eu não conseguiria um trabalho acadêmico. É simples assim. Acho que eu não seria considerado suficientemente produtivo.”

Para sermos justos, houve uma tensão clara sobre a falta de produtividade de Higgs em sua época, então não é como se houvesse um ponto nos últimos anos quando um fluxo consistente de publicações se tornou significantemente mais importante do que já tinha sido antes. Além disso, Higgs definitivamente não conseguiria um emprego hoje já que ele “diz que nunca enviou um e-mail, usou a internet ou fez uma ligação de um celular”.

Mas seus comentários trazem à tona a questão da comunidade científica estar deixando de empregar alguns excelentes pensadores por colocar peso demais na quantidade de resultados. Higgs diz que “é difícil imaginar como eu poderia ter paz e sossego suficientes  para conseguir fazer o que eu fiz em 1964.”

Fonte: GizModo
Lucas

Tem vinte e um anos de idade e é o idealizador e designer do Química Suprema. É entusiasta na área de Divulgação Científica com ênfase nas Ciências Químicas e Farmacêuticas. Possui noções de linguagens de programação, e entende de Design Gráfico e manuseio de programas de edição. Em 2013 cursou Licenciatura em Química e em 2014 resolveu trocar para o curso de Farmácia. Estuda na UFF.


COMENTÁRIOS :

 
Mostrar/Ocultar